Blog

Futura mamãe, fique atenta com a sensibilidade nos dentes durante a gravidez!

O corpo humano pode sofrer inúmeras mudanças durante o período gestacional e, no artigo de hoje, falaremos mais sobre as alterações que podem afetar a saúde bucal – mais especificamente, a sensibilidade dos dentes das pessoas grávidas.

Os principais fatores associados ao surgimento da sensibilidade durante a gestação são as mudanças fisiológicas que o corpo realiza para garantir a saúde e bem-estar do bebê. Isso significa que aspectos hormonais podem influenciar muito. A progesterona, por exemplo, é um dos hormônios que, durante a gravidez, pode ter alteração de valores e causar a sensibilidade, além de inchaços na gengiva.

A própria gengivite, uma inflamação nas gengivas, pode causar a sensibilidade dentária. Para evitar esse e outros problemas, é imprescindível que as pessoas gestantes mantenham uma cuidadosa rotina de cuidados e higiene bucal, como escovação após as refeições, uso de fio dental e enxaguante e, claro, visitas regulares ao dentista, tanto para avaliações periódicas quanto em caso de dores ou desconfortos de qualquer tipo.

Aliás, vale ressaltar que o próprio aumento do fluxo sanguíneo no corpo também pode ser um fator causador da sensibilidade nos dentes. Por isso, o cuidado com a saúde bucal deve ser constante e atento.

Para evitar o surgimento desse e outros problemas, a melhor forma é através do cuidado preventivo e da construção de uma rotina de cuidados diários. Escolher escovas macias e pastas e cremes dentais sem abrasivos também é uma forma de evitar a sensibilidade e manter o esmalte dentário intacto. A diminuição dos alimentos que causam o incômodo também pode ser considerada, sempre que possível.

Mas lembre-se: a sensibilidade nos dentes durante o período gestacional é normal. Na maioria das vezes, apesar do incômodo, não existem causas preocupantes por trás dessa sensação, porém, é importante estar de olhar atento aos sintomas e, em caso de qualquer preocupação, procure um profissional dentista o quanto antes!

É possível aumentar dentes pequenos?

Você se incomoda com a aparência dos seus dentes? Acha que eles são pequenos demais, com espaços entre um e outro, e gostaria que eles fossem diferentes? Então esse texto é pra você!

 

Muitas pessoas se incomodam por terem os dentes curtinhos, o que, na prática, não atrapalha em nada a função mastigatória, mas pode ser um fator de incômodo na estética. Felizmente, com os avanços da odontologia, esse problema pode ser facilmente resolvido.

 

É claro que, em casos extremos, como os que são causados por questões genéticas, o tamanho dos dentes pode atrapalhar na hora de falar, por exemplo. Mas, mesmo assim, a solução é simples – um especialista pode te ajudar!

 

Seja através da colocação de aparelhos ortodônticos, seja com o uso de lentes e facetas dentais, toda a sua arcada dentária (ou apenas um dente) pode ser transformada e resolver o que te incomoda. Para isso, contudo, é preciso entender a real necessidade e qual o melhor tipo de procedimento para o seu caso.

 

Por isso a consulta de avaliação é tão importante! É neste momento que o especialista determina do que você precisa e qual a melhor forma de resolver o seu problema. Assim, juntos, você e o seu dentista conseguem entender todo o procedimento a ser realizado e, em alguns casos, já podem,

inclusive, ter uma boa noção de como será o resultado ao final do tratamento.

 

O tamanho dos seus dentes é um incômodo para você? A Pérola Odontologia pode te ajudar! Entre em contato agora, agende a sua avaliação e saiba como transformar o seu sorriso.

Ferida no canto da boca? Pode ser Queilite Angular

Existem situações em que a nossa saúde bucal fica prejudicada e, com isso, sorrir torna-se uma experiência dolorosa – o que JAMAIS deveria ocorrer!

 

A queilite angular é um dos motivos dessa situação. Essa inflamação, popularmente conhecida como “boqueira”, pode causar feridas doloridas e que atrapalham muito as atividades simples, como comer, conversar ou até mesmo sorrir.

 

Os primeiros sintomas são o ressecamento e descamação da pele ao redor da boca, além de sensibilidade e sensação de queimação. Geralmente, começam a partir de algumas causas comuns, até cotidianas, mas podem se agravar para machucados e fissuras que chegam a sangrar, se não forem devidamente cuidadas.

 

Algumas das causas mais comuns da queilite são:

 

  • acúmulo de saliva nos cantos da boca;
  • deficiências nutricionais (vitaminas do grupo B, ferro, ácido fólico); infecções fúngicas ou bacterianas;
  • higiene bucal prejudicada; tabagismo;
  • condições genéticas ou congênitas;
  • dentaduras mal ajustadas.

Via de regra, o tratamento é simples, a depender da complexidade das feridas; podem ir desde uma hidratação adequada do local até o uso de suplementos e medicamentos específicos para tratamentos contra fungos ou bactérias.

 

A melhor forma de evitar o surgimento da queilite é através do cuidado na hora de evitar as causas que causam os primeiros sintomas: cuidar da higiene bucal, evitar o compartilhamento de copos e garrafas, manter os níveis de vitaminas e nutrientes dentro do recomendado por especialistas e hidratar os lábios e região ao redor da boca.

Vale lembrar que a queilite, quando causada por fungos ou bactérias, pode ser contagiosa e, em qualquer situação, pode se agravar caso não seja devidamente cuidada.

 

Como está a sua saúde bucal? Agende uma avaliação na Pérola Odontologia e tome um cuidado extra com seus dentes e sua boca!

É possível tratar dente encavalado com Invisalign?

O aspecto de dentes “encavalados”, ou apinhamento dentário, é uma condição muito comum e que incomoda muita gente por aí. Inclusive, uma das principais dúvidas desses pacientes é sobre a

possibilidade de usar o Invisalign, o alinhador invisível mais famoso do mundo, na hora de corrigir essa questão.

 

Por isso, hoje viemos esclarecer essas e algumas outras dúvidas sobre esse aparelho revolucionário, que transforma cada vez mais sorrisos mundo a fora!

 

A primeira resposta que temos é: SIM, o apinhamento dentário pode ser corrigido com o Invisalign. Isso porque, logo na consulta de avaliação, o profissional realiza um escaneamento digital na boca do paciente, de modo que, ao criar a peça do alinhador, ela já vem com a medida e todos os detalhes perfeitamente encaixáveis na arcada dentária. Dessa forma, podemos garantir a eficácia do aparelho mesmo em casos mais complexos.

 

É claro que, mesmo apesar de ser um método muito mais rápido do que o aparelho ortodôntico convencional, esse tratamento pode levar um pouco mais de tempo para o resultado do que casos

mais simples. Mas mesmo durante o período em que o paciente está sob cuidados, a discrição e estética continuam sendo um ponto forte no Invisalign.

 

Afinal, mesmo em pacientes com dentes “encavalados”, além de resolver essa questão, os alinhadores continuam sendo invisíveis, transformando seu sorriso sem que ninguém veja nada além dos incríveis resultados obtidos!

 

Aposto que despertamos a sua curiosidade, não é?! Que tal conhecer mais sobre esse tratamento com um especialista?

 

Entre em contato e agende uma avaliação agora! Garanto que não vai se arrepender.

Sinais que você precisa de canal

Sentiu dor no dente e desconfia que pode precisar de um canal? Continue lendo e saiba quando esse tratamento é recomendado para cuidar da sua saúde bucal!

 

Problemas como cáries, dentes quebrados ou infecções podem causar dores agudas e, para melhorá- las, o melhor tratamento é o canal – um procedimento que retira a polpa do dente para eliminar a infecção em tempo de evitar a remoção do dente inteiro.

 

Existem alguns sinais clássicos que podem indicar a necessidade desse tratamento para evitar outras doenças mais graves.

 

  • Dor e sensibilidade: dor aguda e sensibilidade em dentes em que nunca tinha sentido antes são os dos principais sinais de que você pode estar precisando de um canal. Isso pode ser consequência de um trauma, quebra do dente, formação de uma cárie profunda ou outros problemas;
  • Inchaço: é comum ocorrer o inchaço na região da boca, tanto na parte interna quanto externa, além do surgimento de ínguas no pescoço. Em casos mais extremos, pode ocorrer, inclusive, o surgimento de abcessos e dores que se espalham pela cabeça inteira;
  • Estrutura danificada: por qualquer motivo, desde um trauma até o avanço de uma cárie, a estrutura do seu dente pode ser afetada e danificada, tornando-se um perigo para a sua saúde pelo risco de infecções e outros problemas – além, é claro, da dor.

Em qualquer um dos casos acima, é imprescindível que você busque um profissional para realizar o tratamento o mais rapidamente possível. Lembre-se: a sua saúde bucal pode refletir diretamente na sua saúde geral, então, nunca deixe de ir ao dentista e cuidar dos seus dentes!

 

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto, ou quer saber se você está precisando de um tratamento de canal? Entre em contato com a Pérola Odontologia e agende uma avaliação!

Mitigando o medo do dentista: Estratégias para pacientes ansiosos

Muitas pessoas compartilham uma preocupação comum: o medo do dentista. A mera menção de uma visita odontológica pode desencadear uma série de reações emocionais, variando de uma leve inquietação a um pânico absoluto. No entanto, para muitos, superar esse medo se torna inevitável quando a saúde bucal está em risco. É por isso que na Pérola Odontologia, compreendemos completamente os medos de nossos pacientes e nos empenhamos para proporcionar um ambiente acolhedor e estratégias eficazes para aliviar esse medo.

Compreendendo o medo do dentista: Antes de discutirmos as estratégias para ajudar pacientes ansiosos, é crucial entendermos a raiz desse medo. Para muitos, o medo do dentista é alimentado por experiências passadas traumáticas, o medo do desconhecido, ou até mesmo pela sensação de falta de controle durante o tratamento. Reconhecer esses sentimentos é o primeiro passo para superá-los.

Abordagens empáticas e personalizadas: Na Pérola Odontologia, adotamos uma abordagem empática e personalizada para cada paciente. Reconhecemos que cada indivíduo é único e suas preocupações também são. Nossos profissionais são experientes e estão aqui para ouvir suas preocupações, responder às suas perguntas e oferecer suporte durante todo o processo.

Comunicação transparente: Uma comunicação clara e transparente é essencial para acalmar os medos dos pacientes. Antes de qualquer procedimento, explicamos detalhadamente o que será feito, quais são as etapas envolvidas e quais opções de tratamento estão disponíveis. Isso ajuda a eliminar o medo do desconhecido e permite que os pacientes se sintam mais confiantes e no controle da situação.

Ambiente confortável e relaxante: Sabemos que o ambiente de um consultório odontológico é crucial para a experiência do paciente. Por isso, nos empenhamos em construir um ambiente acolhedor, confortável e tranquilo em nossa clínica. A decoração é meticulosamente selecionada, a atmosfera é pacífica e a iluminação é suave, tudo pensado para proporcionar uma sensação de conforto aos pacientes. Oferecemos ainda uma cadeira de massagem para maximizar o conforto durante os procedimentos e damos aos pacientes a liberdade de escolher a música que desejam ouvir, auxiliando no relaxamento durante o tratamento.

Acompanhamento pós-tratamento: Nosso compromisso com o bem-estar dos pacientes não termina quando o tratamento é concluído. Após o procedimento, oferecemos acompanhamento cuidadoso para garantir que os pacientes se recuperem adequadamente e estejam satisfeitos com os resultados. Estamos sempre disponíveis para responder a quaisquer perguntas ou preocupações que possam surgir após o tratamento.

Importância da visita: Além de superar o medo do dentista, é crucial entender a importância das visitas regulares ao consultório odontológico. Essas visitas não só ajudam na prevenção de problemas bucais, mas também promovem a saúde geral, preservam o sorriso e reduzem a necessidade de tratamentos complexos. Portanto, agendar uma consulta com um dentista não é apenas uma necessidade, mas um investimento em sua saúde e bem-estar a longo prazo!

Na Pérola Odontologia, acreditamos que todos merecem ter acesso a cuidados odontológicos de qualidade, independentemente de seus medos ou preocupações. Se você é uma daquelas pessoas que sentem medo do dentista, saiba que estamos aqui para ajudar. Entre em contato conosco hoje mesmo para agendar uma consulta e descubra como podemos tornar sua experiência no dentista mais confortável e tranquila. Sua saúde bucal e seu bem-estar estão em boas mãos na Pérola Odontologia.

O que é e como evitar o tártaro? Saiba os malefícios!

Sabe quando você olha no espelho e vê uma camada amarelada mais grossa e resistente sobre os dentes, que não pode ser removida com a escovação? Essa placa é o tártaro ou cálculo dental, uma formação de bactérias que pode causar muitos problemas – que vão muito além da estética do seu sorriso!

O tártaro, além de deixar o seu sorriso prejudicado, também pode causar inúmeros problemas que, se não forem devidamente cuidados, podem ocasionar a perda do dente ou até inflamações sérias. Quanto maior a área afetada pelo tártaro, maiores são os riscos, uma vez que a proliferação de bactérias pode alcançar os ossos mandibulares – responsáveis por manter os dentes fixos no lugar.

Essa placa bacteriana é causada pela má higienização dos dentes durante a escovação, permitindo que os micro-organismos presentes na boca se reproduzam e “grudem” nos dentes, criando o aspecto grosseiro e amarelado que vemos.

A melhor forma de evitar o surgimento do tártaro é através da escovação e uso de fio dental. Porém, principalmente pelos dentes do fundo da boca, que são mais difíceis de alcançar com a escova, é recomendado que, pelo menos duas vezes no ano, você visite o dentista. Apenas o profissional poderá remover a placa, se houver, e realizar uma limpeza completa na sua boca, evitando problemas de saúde futuros.

A remoção de tártaro caseira é extremamente perigosa e não é recomendada. Por ser uma placa rígida e muito grudada ao dente, na tentativa de retirada, podem ocorrer lesões na gengiva, língua, lábios ou, ainda, a fratura do dente. A única forma de tratamento para essa questão é através de uma limpeza realizada no consultório.

Dessa forma, você poderá ter, além de um sorriso lindo, uma saúde bucal muito melhor – e, de quebra, ainda evita inflamações gengivais, perda dos dentes e até entupimento das artérias!

Você sabe dizer se existe alguma formação de tártaro nos seus dentes? Nós podemos te ajudar!

Entre em contato, agende uma avaliação na Pérola Odontologia e tenha seus dentes sempre saudáveis e bonitos!

O impacto da chupeta na saúde bucal das crianças

Ser mãe é um desafio constante e nós sabemos e entendemos muito bem todas as preocupações que passam pela cabeça das mamães diariamente. Porém, você sabia que, mesmo antes de terem dentes, os bebês já precisam de cuidados com a saúde bucal?

Atentar para a limpeza e objetos que a criançada coloca na boca fazem toda a diferença na saúde bucal dos pequenos. Por isso, é preciso saber que a chupeta, mesmo sendo uma aliada poderosa na hora de acalmar e tranquilizar os filhos, pode trazer malefícios para o futuro que precisam ser levados em conta.

O primeiro deles é o desalinhamento dos dentes. Como a chupeta é utilizada durante o período de formação e crescimento dos dentes, pode ser que eles nasçam “moldados” ao bico do objeto, o que pode causar problemas de mastigação e digestão logo nos primeiros anos de vida.

Além disso, a chupeta também pode causar problemas de fala, prejuízos respiratórios e aumentar as chances de cáries. Por ser um objeto que constantemente é deixado sobre superfícies diversas, o acúmulo de bactérias também pode facilitar no surgimento de doenças virais e bacterianas se não for correta e frequentemente higienizado.

Para evitar esses e outros problemas, a solução mais recomendada é limitar o tempo de chupeta disponível ao longo do dia, restringindo-a ao horário de dormir, por exemplo. Também é importante atentar para a idade de recomendação de cada modelo de bico, para que os danos causados sejam menores com o tempo.

Outra estratégia é, desde os primeiros anos de vida, acostumar os pequenos ao consultório do dentista. Assim, pouco a pouco, os hábitos de higiene e cuidado passam a fazer parte da rotina e se tornam um hábito para a vida adulta.

Falando nisso, como anda a saúde bucal da criançada? Agende uma consulta na Pérola Odontologia e comece a cuidar dos dentinhos mais lindos do mundo desde já!

Você sabe o que é abcesso dental? Saiba como evitar o problema!

Você já ouviu falar em abcesso dental? Esse problema, que afeta muitas pessoas por aí, é causador de muitos prejuízos, sendo os principais e mais imediatos a dor na boca, inchaço e mau hálito, mas podendo ter consequências muito mais sérias, como a perda dentária e até inflamações sérias.

O abcesso é uma infecção localizada, causada pelo acúmulo de bactérias provenientes da higienização incorreta dos dentes, que permite a entrada dos micro-organismos na polpa dentária. A ferida fica na raiz do dente, causando inchaço e, consequentemente, dificuldade para mastigar e mau cheiro.

Além disso, o abcesso pode doer bastante, causar sensibilidade, inchamento dos linfonodos, febre e outros sintomas.

O abcesso surge a partir de uma cárie não tratada ou trinca nos dentes. Essa fissura é, literalmente, a porta de entrada das bactérias no seu organismo e, para evitar, é preciso estar sempre atento aos cuidados com a higiene bucal e, pelo menos duas vezes ao ano, visitar o consultório de um dentista para evitar problemas como esse.

O tratamento para o abcesso varia de acordo com a gravidade da infecção. Apenas um dentista profissional pode realizar o procedimento, que pode ir desde uma incisão pequena para drenagem do pus, associado ao uso de medicamentos prescritos, até o tratamento de canal ou extração do dente.

Você já teve problema com abcesso dental? Evite esses e outros problemas com uma consulta! Entre em contato com a Pérola Odontologia e agende seu horário.